Somos liberais, progressistas e, acima de tudo, antipopulismos e autoritarismos de qualquer coloração política.

É bem possível que essa seja a primeira vez que você esteja vendo neoliberalismo não sendo usado de forma pejorativa.

Neoliberalismo é um excelente bode expiatório. Para a esquerda, os neoliberais estão matando os pobres com suas ideias.

Para a direita cada vez mais nacionalista, os neoliberais globalistas são uma elite política que controla tudo secretamente.

Convidamos você a deixar esses espantalhos de lado e a mergulhar nos textos a seguir. Talvez você se surpreenda em saber que sim, você também é um neoliberal.

Neoliberalismo: o que é isso afinal?

Eu sou um neoliberal. Talvez você também seja.

“Neoliberal” é um termo usado e abusado por algumas pessoas para atacar os fãs do livre mercado. Geralmente é mal definido e as tentativas de outras pessoas para defini-lo acabaram por serem confusas ou gerar confusão. A definição de Ben é a melhor que eu já li, porque descreve um grupo que é distinto dos […]

A confusão Neoliberal

O conceito é o alicerce de qualquer forma de abstração da realidade. Uma ideia mal conceituada é problemática, pois não sendo bem delimitada, pode ser atribuída à tudo, quando explica nada. O conceito de Neoliberalismo — devido a sua imprecisão — partilha substancialmente desta confusão.

Este mal-entendido pode ser facilmente esclarecido através da contraposição das diferentes formas de interpretação e fundamentação do conceito; ora buscado em sua origem — sendo vago, devido ao seu abandono pelos liberais — , ora analisado sob uma pretensão crítica — denotando um aspecto quase sempre pejorativo.

Quando em contraste, as diferentes perspectivas se diferenciam, tornando possível proceder com uma linha investigativa, cujo resultado proporciona o entendimento de cada abordagem de maneira isolada.

Ver o mundo por olhos neoliberais

Palestrei na Universidade de Brighton como parte de uma série de seminários sobre o neoliberalismo. O termo "neoliberal" é normalmente utilizado num sentido depreciativo, embora eu tenha optado por não o utilizar dessa forma. Fui o único orador da série a falar a favor das ideias neoliberais, e o meu título era “Ver o mundo por olhos […]

Resenha do livro "Neoliberalismo: História e Implicações"

Traduzimos a resenha do livro de David Harvey “Neoliberalismo: História e Implicações” (Título original do livro é: A Brief History Of Neoliberalism) feita por Scott Alexander autor do antigo blog Slate Star Codex (atualmente Astral Codex).

Últimos posts

Por prudência e respeito ao passado, legalize as drogas! Ou: apresento-lhes Thomas Sowell, um conservador contra a guerra às drogas.

Introdução Manter a guerra às drogas tem sido atualmente parte vital da retórica conservadora, em muito devido a que esta guerra foi deflagrada e defendida pelo conservador republicano Richard Nixon (1913-1994) e seus apoiadores na década de 1970. Mas outra guerra do tipo já havia sido travada, e perdida, antes. O progressista democrata Woodrow Wilson […]

Inflação em alta: por quê?

A inflação do Brasil nos últimos meses cresceu de maneira desproporcional. O choque vai além das expectativas projetadas pelo governo e para o mercado no ano de 2021.

O indicador tornou-se um vilão desde que ultrapassou a meta neutra, estabelecida no início do ano. A previsão estipulada pelo Banco Central (BC) foi de 3,75%, com um intervalo de 1,5% para cima e para baixo - ou seja, o limite máximo seria de 5,25%.

Mais um motivo para ligar o alerta e redobrar a atenção; estamos com 9% de inflação, nem fechamos o ano e estamos quase com o dobro do limite projetado pelo BC.

Botswana - Por que as instituições importam

Em um relatório sobre o crescimento econômico do Banco Mundial consta que apenas treze economias experimentaram um crescimento rápido e sustentado (mais de 7% ao ano) desde a Segunda Guerra Mundial. A grande maioria dessas economias está no Leste e Sudeste Asiático, incluindo China, Coreia do Sul e Cingapura. Mas no topo do relatório está um país africano: […]

Os bilionários deveriam existir?

Trata-se de dois textos em um. O primeiro argumentará que bilionários não deveriam existir. O segundo argumentará que deveriam. Com qual dos autores você concordará ao final?

Sobre a Blasfêmia - por Maajid Nawaz

Maajid Nawaz (1977-) é um dos grandes nomes da militância humanista e neoiluminista, por assim dizer, no contexto islâmico da atualidade. Nascido na Inglaterra, filho de imigrantes paquistaneses, sempre teve o islamismo em sua vida pessoal e familiar, apesar de isto lhe render conflitos sociais. Deste modo, Nawaz se radicalizou na adolescência, muito em resposta […]

Precatórios, o meteoro que tem debruçado o governo federal

Não podemos retroceder a economia aos padrões de 2014, onde o mercado demonstrava pessimismo quanto às condições financeiras do Estado brasileiro em financiar suas dívidas. Fizemos um grande esforço na gestão Temer para salvar as contas públicas e retomar a confiança dos investidores, um dos “porquês” da criação da PEC do teto de gastos. Esse […]

Daqui 100 anos, a discriminação pelo passaporte será tão errada quanto a discriminação pela cor da pele

É 2020 e você está navegando na web quando vê um anúncio de emprego com algo muito incomum:

"Estamos procurando profissionais de marketing experientes para nos ajudar a lançar uma nova linha de produtos. Apenas candidatos brancos, por favor".

Enfurecedor e deprimente! Quanto tempo você acha que levaria para todas as agências de notícias do mundo falarem sobre isso? E para essa empresa sair do mercado? E que tal os autores enfrentarem acusações criminais?

Toda essa situação parece muito improvável de acontecer hoje. Mas não é perturbador pensar que, menos de um século atrás, este seria apenas mais um dia normal?

Agora, substitua "Apenas candidatos brancos" por "Apenas residentes australianos" e você terá um exemplo real de milhares de anúncios de empregos modernos compartilhados na web todos os dias.

Por qual motivo não há países libertários? Por Steven Pinker

Todos têm os mesmos valores? Sim, mas o libertarianismo não é um deles.

Pode parecer que a humanidade discorda sobre valores fundamentais, mas os dados dizem que, na verdade, não discordamos.

Em vídeo Steven Pinker explica por qual motivo o libertarianismo é uma ideia periférica.Traduzimos a transcrição do vídeo.

Geração de mimados? Não no Brasil!

O ideário boomer de que, hoje em dia, o jovem e o jovem-adulto (na nomenclatura queridinhas dos RHs, os Millenials e a Geração Z) são mimados, ou medrosos, não gostam de pegar no pesado etc é verdadeira?

Para o jovem brasileiro essa é, sem dúvida, uma grande bobagem.

Crescimento pró-pobre e liberdade econômica

Há uma vasta literatura sobre liberdade econômica e crescimento econômico*. Mas uma literatura mais interessante ainda é como a liberdade econômica afeta a renda dos mais pobres, isto é, como a liberdade econômica reduz a pobreza no geral — e que chamarei ao longo do artigo de crescimento pró-pobre.

É um caminho indireto — a liberdade econômica proporciona maior crescimento, que por sua vez reduz a pobreza — mas eficaz.

Mas, para que a redução da pobreza seja maximizada, é preciso que esse crescimento seja intencionalmente pró-pobre? Ou seja, o crescimento tem de ser direcionado para os mais pobres de modo que eles aproveitem mais os frutos do crescimento que os ricos? E quanto do crescimento “pró-pobre” brasileiro pode ser explicado pelos índices de liberdade econômica?

Capitalismo, Crescimento e Desenvolvimento como Liberdade

O artigo "Growth - Building Jobs and prosperity"* da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) é categórico: o crescimento econômico é a ferramenta mais poderosa para reduzir a pobreza e aumentar a qualidade de vida em países desenvolvidos. Então devemos construir e estabelecer nossas instituições e políticas públicas de modo a maximizar o […]

Minha utopia

John Tomasi em “Free Market Fairness” desafia o leitor a pegar as teorias da justiça de esquerda e dar uma interpretação de direita a elas. O presente texto é em parte uma resposta a esse desafio. Chamo minha interpretação da abordagem das capacidades de livre mercado aristotélico. Abaixo esclareço do que isso se trata. . […]

Resenha do livro “Why Not Capitalism?", de Jason Brennan

Ao nos depararmos com o título da obra (“Why Not Capitalism?"), de cara somos apresentados a uma pergunta um tanto estranha, provocativa, mas curiosa. Afinal já tivemos esse debate no século XX - sobre "socialismo vs capitalismo" - e já sabemos o vencedor. Mas apesar da vitória, parece que defendemos o capitalismo à la Churchill, isto é, uma defesa "do menos pior", sem entusiasmo, apenas por ser o melhor sistema que testamos até agora, a espera de um próximo.

Seria o ideal capitalista algo digno e inspirador? Um sistema moralmente superior, que nos levaria a levantar barricadas em sua defesa? Jason Brennan nos conduz a uma solução em sua brilhante obra em forma de resposta ao livro, tão instigante quanto, “Why Not Socialism?” do filósofo socialista G. A. Cohen.

A desigualdade de renda prejudica o crescimento econômico?

Aumentos generalizados na desigualdade de renda levantaram preocupações sobre seu impacto potencial em nossas sociedades e economias. Uma nova pesquisa da OCDE mostra que, quando a desigualdade de renda aumenta, o crescimento econômico diminui. Um dos motivos é que os membros mais pobres da sociedade têm menos possibilidades de investir em sua educação. Combater a desigualdade pode tornar nossas sociedades mais justas e nossas economias mais fortes.

Brasil: O novo imposto nórdico vai para o bolso de quem?

Venho defendendo a possibilidade de caminharmos na direção das social-democracias nórdicas, que considero o grau máximo de distribuição dos benefícios do capitalismo e da democracia. É um projeto viável apenas se for discutido com seriedade, o que está longe de acontecer. As duas forças políticas que nos assombram não querem fazer esse debate porque tal […]

Resenha do livro "Free Market Fairness", de John Tomasi

Seria o liberalismo contra a justiça social? E seria toda a justiça social cética da iniciativa privada? A esses questionamentos encontramos uma resposta no excelente livro de John Tomasi “Free Market Fairness”, obra esta que tem um simples mas provocativo objetivo: juntar Hayek com Rawls. O economista Friedrich Hayek é posto como um símbolo do […]

Afiliado ao The Neoliberal Project

Procure no site: