Milton Friedman e as limitações da liberdade de escolha

Em Capitalismo e Liberdade, do economista americano Milton Friedman, há a seguinte frase, que vem sendo utilizada por alguns contra a vacinação obrigatória: “Aqueles, dentre nós, que acreditam em liberdade devem crer também na liberdade dos indivíduos de cometer seus próprios erros. Se um homem prefere, conscientemente, viver o dia de hoje, usar seus recursos…

Leia mais

Não é incoerente ser liberal e defender a vacina obrigatória

LIBERALISMO NÃO É APENAS LIBERDADE DE ESCOLHA Não é incoerente ser liberal e defender a vacina obrigatória [M]esmo que possa ser errada, a finalidade da lei não é abolir ou conter, mas preservar e ampliar a liberdade. Em todas as situações de seres criados aptos à lei, onde não há lei, não há liberdade. A…

Leia mais

Debate: O melhor argumento para a liberdade é consequencialista

A tradução a seguir é de um debate entre dois libertários, cada um esposando uma diferente teoria moral clássica: consequencialismo e deontologismo. Boa leitura! A FAVOR: A liberdade é um meio para um mundo mais feliz Christopher Freiman A liberdade econômica e política nos ajuda a alimentar os famintos, a curar os doentes e a…

Leia mais

Acemoglu e Robinson contra os libertários – a importância do Estado para a garantia das instituições

Um dos livros mais importantes dessa década foi sem dúvida “Por Que As Nações Fracassam”, escrito pela famosa parceria do economista do MIT Daron Acemoglu com o cientista político da Universidade de Chicago James Robinson. Segundo os autores, o motivo mais determinante de alguns países ficarem ricos e outros permanecerem pobres não são a geografia…

Leia mais

A análise de Murray Rothbard sobre Adam Smith (e como ela diz muito mais sobre o próprio Rothbard que sobre Smith)

Como é do conhecimento de muitos, em seu “An Austrian Perspective on the History of Economic Thought”, o economista americano Murray Rothbard, tido como pai do austrolibertarianismo, fez uma análise completamente desonesta sobre Adam Smith, afirmando que o escocês “não apenas não contribuiu com nada de valor para o pensamento econômico, como também sua economia…

Leia mais

Liberdade negativa não é suficiente; liberdade positiva para todos é o triunfo último!

Nos últimos tempos, uma discussão tem agitados os meios libertários: afinal, libertarianismo diz respeito apenas ao uso da força, ao anti-estatismo, à não interferência com as escolhas individuais, ou existe algo mais nisso? Em seu excelente artigo “Sim, o Liberalismo vai além do uso da força“, Raphael Moras de Vasconcellos resume para nós essa discussão:…

Leia mais

Resgatando Mises dos libertários

Apesar do título, o principal objetivo aqui não é defender Mises, mas sim demonstrar como alguns libertários estão errados achando que ele está num meio termo entre ancapismo e liberalismo (quando não pensam que ele está mais perto do lado de lá que do de cá mesmo). Alguns, mais delirantes, dizem que ele “seria libertário…

Leia mais

Libertários não ligam para a livre concorrência

Libertários não gostam — nem desgostam — do capitalismo de mercado concorrencial; pra eles é só um acessório. O que eles realmente defendem até o último fio de cabelo é o direito de propriedade total e irrestrito, a despeito de quaisquer implicações econômicas e sociais. Alguns podem achar que estes dois ideais convergem sempre (mais…

Leia mais