Procure no site:

janeiro 14, 2021

Não se contente com um atalho, faça o que tem que ser feito

Quando as coisas estão assustadoras, quando estamos sobrecarregados, quando estamos lutando, é tentador procurar um atalho, uma pílula que o faça se sentir melhor, um programa de TV que o ajude a desligar seu cérebro. Nada torna isso mais claro do que os últimos dois anos dos alarmantes e desestabilizadores eventos globais. As pessoas se voltaram para todos os tipos de soluções mágicas para superar esses dias sombrios, da meditação aos gurus de autoajuda e ao envio de inúmeros tweets e petições para o ciberespaço.

Essas coisas nos ajudam a lidar com o absurdo do mundo ao nosso redor… mas, é claro, apenas temporariamente.

Tim Ferriss e Tyler Cowen conversaram recentemente sobre isso no podcast de Tim. Tim perguntou o que Tyler poderia recomendar - além da sabedoria dos estóicos - que ajudaria as pessoas a encontrar equanimidade e paz em meio à loucura. A resposta de Tyler foi contra-intuitiva, como sempre:

"É como se as pessoas quisessem algum tipo de talismã, quase como um objeto de vudu. Não sei se elas realmente querem ser capazes de tratar isso tudo de modo mais sereno ou se apenas querem o talismã. Sendo assim talvez meu conselho seja que a pessoa reflita: "Você só quer o talismã?"

Essa é uma ótima pergunta para nos fazermos quando estamos lendo, assistindo ao noticiário ou considerando um experimento com a fitoterapia - estamos atrás de um talismã ou da coisa real? Estamos realmente tentando melhorar ou apenas queremos nos sentir melhores por um minuto? Queremos apenas sentir que fizemos algo? Qualquer coisa serve?

Há um tempo e um lugar para ambas as estratégias, mas, é claro, os estóicos preferem se concentrar em fazer o trabalho real - ações, não apenas palavras. Eles não gostariam que você fosse levado pelo escapismo, simplesmente cedendo a algum gesto simbólico para ter consolo. Os estóicos recomendam que você faça o trabalho real e desconfortável - seja em você mesmo ou no mundo ao seu redor.

O treinamento que estamos fazendo não é fácil. Não é uma questão de ler um livro. Não se trata de se inscrever para receber um e-mail ou comprar uma moeda. É um processo contínuo. É se comprometer com o caminho difícil. É se comprometer com um estilo de vida.

É sobre fazer o trabalho. Esta manhã. Esta noite. Amanhã. Neste exato momento.

Ryan Holiday do The Daily Stoic

Originalmente publicado em: https://dailystoic.com/dont-just-settle-for-a-shortcut-do-the-work/

Escultura de Marco Aurélio, antigo Imperador Romano e seguidor da doutrina estoica.

Se cadastre em nossa newsletter para:

  • Receber os convites para os encontros do grupo nacional e dos grupos locais de sua cidade.
  • Receber os novos textos que publicarmos aqui, assim como os textos do Neoliberal Project.

Deixe seu comentário. Faça parte do debate